12 filmes com protagonistas negros pra assistir e amar na NETFLIX

12 filmes com protagonistas negros pra assistir e amar na NETFLIX

20 de novembro. Data que no Brasil é marcada pelo Dia da Consciência Negra, para ressaltar as dificuldades que os negros passam há séculos. A escolha foi em homenagem a Zumbi, o último líder do Quilombo dos Palmares, em consequência de sua morte. Filmes com protagonistas negros. 

Falando de cinema, na edição de 2016 do Oscar houve uma grande polêmica pela ausência de negros em indicações das principais categorias. Um problema grave, considerando a quantidade de excelentes atores e atrizes negros que existem em Hollywood – e no mundo. A grande questão é o espaço para papéis relevantes. Situação que foi contornada em 2017, com Moonlight ficando com a principal estatueta da noite.

De acordo com o estudo “Desigualdade em 700 Filmes Populares”, da University of Southern California, 75,2% dos papéis com fala ficam com atores brancos. O que acontece, muitas vezes, é que só chamam os negros para fazer os papéis de… negros. Empregados, escravos ou algum personagem de filme baseado em acontecimentos reais.

Fomos ao catálogo da Netflix e selecionamos 12 filmes com protagonistas negros. São excelentes produções que provam a necessidade da luta constante, sem os rótulos impostos pela sociedade.

Nesse dia e em todos os outros, consciência!

 

FILMES COM PROTAGONISTAS NEGROS PRA ASSISTIR NA NETFLIX

 

MANDELA – O CAMINHO PARA LIBERDADE (2013)

Inspirado na autobiografia de Nelson Mandela, lançada em 1994, o filme retrata todo o percurso traçado pelo líder sul-africano a partir de seu próprio ponto de vista, desde a sua infância, vivendo em uma pequena aldeia rural, até a eleição democrática ao cargo de Presidente da República da África do Sul. Em uma luta constante pelo fim do apartheid no país, Mandela (Idris Elba) chegou a passar 27 anos em cárcere pelo que acreditava.

 

SELMA – UMA LUTA PELA IGUALDADE (2014) 

Cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo), que acompanha as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana. Filmes com protagonistas negros.

 

MOONLIGHT (2016) 

+ saiba os detalhes do filme aqui

 

 

PRECIOSA – UMA HISTÓRIA DE ESPERANÇA (2010)

1987, Nova York, bairro do Harlem. Claireece “Preciosa” Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai (Rodney Jackson) e abusada pela mãe (Mo´Nique), ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. O fato de ser pobre e gorda também não a ajuda nem um pouco. Além disto, Preciosa tem um filho apelidado de “Mongo”, por ser portador de síndrome de Down, que está sob os cuidados da avó.

 

O VOO (2012)

Whip (Denzel Washington) está separado de sua esposa e filho, é um experiente piloto da aviação comercial, mas tem sérios problemas com bebidas e drogas. Certo dia, ele salva a vida de diversas pessoas quando a aeronave que pilotava apresentou uma pane, mas sua frieza e conhecimento permitiu que uma aterrissagem, praticamente, impossível acontecesse. Agora, apesar de ser considerado um herói por muitos e contar com o apoio de amigos, ele se vê diante do jogo de empurra na busca pelos culpados da queda e das mortes ocorridas. É quando seus erros e escolhas do passado passam a ser decisivos para definir o que ele irá fazer de seu futuro.

 

12 ANOS DE ESCRAVIDÃO (2013)

1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.

 

O MORDOMO DA CASA BRANCA (2013)

1926, Macon, Estados Unidos. O jovem Eugene Allen vê seu pai ser morto sem piedade por Thomas Westfall (Alex Pettyfer), após estuprar a mãe do garoto. Percebendo o desespero do jovem e a gravidade do ato do filho, Annabeth Westfall (Vanessa Redgrave) decide transformá-lo em um criado de casa, ensinando-lhe boas maneiras e como servir os convidados.  Eugene (Forest Whitaker) cresce e passa a trabalhar em um hotel ao deixar a fazenda onde cresceu. Sua vida dá uma grande guinada quando tem a oportunidade de trabalhar na Casa Branca, servindo o presidente do país, políticos e convidados que vão ao local.

 

BEM VINDO A MARLY-GOMONT (2016)

1975. Seyolo Zantoko (Marc Zinga) é um médico que acabou de se formar em Kinshasa, capital do seu país natal, o Congo. De lá, ele decide partir para uma pequena aldeia francesa, um vilarejo que lhe deu uma imperdível oportunidade de trabalho. Com a sua família ao seu lado, Zantoko embarca na maior jornada de sua vida, onde precisará vencer o preconceito e as barreiras culturais para vencer.

 

COACH CARTER – TREINO PARA A VIDA (2005) 

Richmond, Califórnia, 1999. O dono de uma loja de artigos esportivos, Ken Carter (Samuel L. Jackson), aceita ser o técnico de basquete de sua antiga escola, onde conseguiu recordes e que fica em uma área pobre da cidade. Para surpresa de muitos ele impõe um rígido regime, em que os alunos que queriam participar do time tinham de assinar um contrato que incluía um comportamento respeitoso, modo adequado de se vestir e ter boas notas em todas as matérias. Filmes com protagonistas negros.

 

BEASTS OF NO NATION (2015)

+ Saiba os detalhes do filme aqui

 

HITCH – CONSELHEIRO AMOROSO (2005) 

Alex “Hitch” Hitchens (Will Smith) é um lendário, e propositalmente anônimo, “doutor do amor”, que vive em Nova York. Em troca de uma determinada taxa, ele se dispõe a ajudar homens a conquistar as mulheres de seus sonhos. Enquanto trabalha para Albert (Kevin James), um contador que se apaixonou pela socialite Allegra Cole (Amber Valetta), Hitch conhece a mulher que acredita ser sua própria cara-metade: a jornalista Sara Melas (Eva Mendes).

 

 

O SOL É PARA TODOS (1963)

Jean Louise Finch (Mary Badham) recorda que em 1932, quando tinha seis anos, Macomb, no Alabama, já era um lugarejo velho. Nesta época Tom Robinson (Brock Peters), um jovem negro, foi acusado de estuprar Mayella Violet Ewell (Collin Wilcox Paxton), uma jovem branca. Seu pai, Atticus Finch (Gregory Peck), um advogado extremamente íntegro, concordou em defendê-lo e, apesar de boa parte da cidade ser contra sua posição, ele decidiu ir adiante e fazer de tudo para absolver o réu.

Escrito por Redação

Quer produzir conteúdo pro Crônicas do Agora e ter o seu trabalho divulgado pra uma audiência crescente de leitores? Envie um e-mail pra redacao@cronicasdoagora.com.br e fale com a gente!