Dica Netflix: Aniquilação

DICA NETFLIX | Aniquilação, uma jornada perturbadora, confusa e excelente

Baseado no livro de mesmo nome escrito por Jeff VanderMeer, Aniquilação teve sua capacidade como obra cinematográfica questionada desde o seu lançamento nos cinemas americanos. Pouco após sua estreia, a distribuidora Paramount Pictures começou a duvidar da capacidade do filme de alcançar uma grande bilheteria e, por essa razão, decidiu vender os direitos de distribuição para a Netflix. Hoje, com pouco mais de duas semanas que foi lançado pelo serviço de streaming, Aniquilação divide opiniões quanto o seu papel como um longa de ficção científica que permeia estilo lovecraftiano de fazer terror.

Após o surpreendente e confuso retorno de Kane (Oscar Isaac), Lena (Natalie Portman) decide participar de uma expedição perigosa e secreta para descobrir o que aconteceu com seu marido. Sob o comando da Dra. Ventress (Jennifer Jason Leigh), a psicóloga da base militar americana, Lena e mais três mulheres vão para a Área X, o espaço onde está o Brilho – nome do local misterioso onde nenhuma lei da natureza se aplica da maneira como a humanidade a conhece. O problema da missão não será responder as perguntas que cada uma dessas cinco mulheres carrega, mas entender todas as respostas que estão contidas no Brilho.

As críticas mais frequentes são direcionadas à direção do longa, de Alex Garland (Ex Machina), um tanto quanto pobre para o potencial do filme e a incompreensão do plot, em especial o seu desfecho. A primeira crítica é verdadeira. Alex deixa um pouco a desejar em sua direção. A partir do momento que ele está à frente de um projeto em que o espaço é uma personagem viva e com papel fundamental para a trama, o uso de planos gerais é algo evidente. O protagonismo dado ao Brilho não foi o que ele necessitava. Essa falta vai acarretar em problemas ao decorrer da trama, atrasando a compreensão do público numa parte crucial da trama. 

DICA NETFLIX | Aniquilação, uma jornada perturbadora, confusa e excelenteSobre a crítica ao enredo, em especial sobre o desfecho da película, cai exatamente na questão da incompreensão das pessoas. Primeiro o espectador precisa entender que essa obra é baseada numa trilogia e, mesmo que a adaptação tenha se distanciado em diversas passagens do livro, não deixa de fazer parte do universo criado por VanderMeer, o que justifica deixar algumas perguntas sem resposta – ou seja, dar margem para os outros livros ou possíveis filmes. Atrelado a isso, a complexidade do universo contido na Área X e todos os seus mistérios estão diretamente ligados a questões filosóficas levantadas ao longo do filme, questões sobre as atitudes humanos em todos os aspectos possíveis.

O brilhantismo de Garland ao adaptar a obra de VanderMeer é estonteante. E o resultado só poderia ter sido algo espetacular. O roteiro cria uma atmosfera sci-fi aterrorizante, fazendo com que o público se sinta imerso numa área de medo e ficção como foi a viagem no Nostromo de Alien (1979). Aniquilação tem o poder de evocar filmes como O enigma de outro mundo (1982), Alien e o recente The void (2016) e algumas obras de H. P. Lovecraft, como O conto de Cthulhu. Aniquilação é uma produção que foi feita com maestria em diversos aspectos técnicos – destacando-se na fotografia, design de produção e efeitos especiais – além do trabalho de Alex. 

Apesar de todas as críticas, apesar de ter sido desacreditado pelo próprio estúdio, Aniquilação se mostrou poderoso e apreciado pelo público. Os maiores sites de críticas do mundo deram uma ótima avaliação para ele. A película teve 87% de aprovação no Rotten Tomatoes e 7.1 na avaliação do IMDb, fazendo dela um destaque entre os filmes dos gêneros cujo foram lançados recentemente. Aniquilação precisa apenas de uma mente aberta para aqueles que questionam o filme pela decisão da Paramount e para os fãs da saga que questiona as mudanças feitas entre o livro e o longa-metragem. O resultado final do longa é poderoso e precisa ser apreciado por todos que apreciam os universos da ficção e do horror. Para as outras pessoas, caso se permitam assistir ao filme, estejam preparados para uma jornada perturbadora, confusa e excelente.

ANIQUILAÇÃO

_

+ DICA NETFLIX: PRECIOSA – Uma História de Esperança

Escrito por Felipe Aguiar

Estudante de jornalismo curioso e apaixonado por história. Cinéfilo de carteirinha que ama o universo da sétima arte e deseja sempre estar ainda mais imerso nesse mundo.